Saiba como escolher pneus para carro

pneu trocar carro

Categorias:

Os pneus são o único elemento que tem contato com a estrada, por isso é de vital importância saber como escolher pneus para carros de forma correta, a fim de conduzir o veículo com maior segurança, evitando possíveis acidentes e contribuindo para a durabilidade dos pneus.

Independentemente de todos os elementos de tecnologia e segurança do nosso veículo, tudo assenta nos 4 pneus e pouco podemos fazer se não tivermos os pneus certos ou se estiverem em mau estado.

Neste artigo vamos dar várias dicas para que você saiba como escolher pneus de carro de forma correta, principalmente se for viajar para turismo. Começando por conhecer as suas necessidades, bem como selecionar o modelo ideal na loja de pneus Griffe.

Como escolher pneus para carros

como escolher pneu para carro

A seguir, as dicas que devem ser levadas em consideração a comprar pneus novos para seu veículo ou para sua motinha elétrica:

Necessidades de condução do veículo

Antes de aprender como escolher pneus para carro, você deve saber que não existe um tipo único de pneu indicado para veículos, tudo dependerá de suas necessidades, ou seja, em quais estradas você dirige, as características do seu veículo, bem como seus gostos ao dirigir.

As características do pneu são basicamente:

  • Largura;
  • Altura;
  • Tipo de fabricação (Radial ou Diagonal);
  • Raio do pneu;
  • Capacidade de carga;
  • Índice de velocidade;
  • Pressão máxima dos pneus.

Dito isso, vamos falar sobre cada uma das características do pneu e como escolher pneus para o carro certo.

Largura: A largura do aro é medida sobre o piso do aro e é expressa em milímetros. Em geral, quanto mais largo o pneu, maior o conforto ao dirigir, pois absorve as irregularidades da estrada, geralmente são usados ​​para veículos familiares.

pneu

A desvantagem é que o consumo de combustível aumenta além da faixa de giro, ou seja, você manobra mais com o volante.

Altura: A altura do pneu é medida na circunferência do aro. É expresso como uma porcentagem da largura. No exemplo 205/65 R18 92V acima, a altura é 65% de 205. Isso é 205/100 X 65 = 133,25 milímetros de altura.

É verdade que todos os carros suportam certa faixa de altura, mas não deve haver muita diferença com os recomendados pelo fabricante. Talvez você possa variar um ou dois centímetros mais largo, meio ou um centímetro mais alto.

Radial ou Diagonal: Este fator expressa a forma como o pneu é construído. Basicamente, os radiais são feitos com os fios internos saindo do centro do pneu. Por outro lado, as diagonais são feitas com os fios internos perpendiculares entre si.

Se o seu veículo for urbano, sem grandes cargas constantes ou acelerações como nas pistas de corrida, opte sempre pelos radiais, pois sua composição proporciona maior durabilidade.

Raio do pneu: O raio do pneu está relacionado com as dimensões do aro sobre o qual o pneu se apoiará. Sempre será melhor escolher a medida recomendada pelo fabricante. Um pneu com um raio maior pode ser removido do aro.

Capacidade de carga do pneu: é expressa com um número que vai de 60 a 125, equivalente a 250 a 1650 Kg. Ao escolher pneus para o seu carro, você pode escolher aqueles com índice de carga maior, mas apenas um ou dois índices maiores.

O que não é recomendado é escolher pneus com índice de carga inferior ao indicado pelo fabricante.

Índice de velocidade: Durante a condução em altas velocidades, temperaturas muito altas são produzidas e nem todos os pneus suportam as mesmas condições. É por isso que o índice de velocidade é importante considerar.

O indicador de velocidade é expresso com letras que vão de A, até 40 Km/h, até a letra Z, equivalente a 300 Km/h ou mais. Da mesma forma, você pode escolher um ou dois índices acima do recomendado, mas nunca um com menos resistência, principalmente se você costuma dirigir na estrada.

Pressão máxima: Finalmente, a pressão máxima refere-se à pressão para a qual seus pneus devem ser inflados. Se você trocar os pneus devido a algum dos fatores mencionados, o melhor é colocar a pressão dos pneus em 85% da máxima indicada pelo pneu.

Como escolher pneus para o carro ideal

pneu mulher troca

Para aprender como escolher pneus para o carro, as medidas e índices dos pneus recomendados para o seu veículo estão especificados no manual do usuário. Você também pode encontrá-los em uma etiqueta encontrada na moldura da porta do motorista ou na tampa do tanque de combustível.

Aqui você encontrará um número como o seguinte: 205/65 R18 92V. O significado desses números é o seguinte:

  • Largura em milímetros (205).
  • Altura do pneu expressa em porcentagem (65).
  • A letra “R” indica apenas se o pneu é radial ou diagonal “D”.
  • Indica o raio do pneu em polegadas (18).
  • Carregando índice. Vai do número 60 igual a até 250 kg para 125 – equivalente a 1650 Kg ou mais (92).
  • Índice de velocidade que vai da letra A equivalente até 40 km ou até a letra Z, equivalente a 300 km ou mais (V).
  • Pressão máxima expressa em libras de força por polegada quadrada.

Recomendações na escolha dos pneus

pneu novos

Principais recomendações ao comprar pneus:

  • Tamanho: No manual do seu carro você encontrará o tamanho do pneu que você deve comprar. O melhor a fazer é perguntar ao seu mecânico se é possível alterar as dimensões dos pneus.
  • Clima: Leve em conta o clima que prevalece onde você mora. Ao dirigir na chuva, você pode preferir um pneu com melhor aderência, mesmo que isso signifique menos durabilidade.
  • Estrada: Você também deve prestar atenção aos caminhos que costuma percorrer. Em uma estrada rochosa, um pneu mais forte e com melhor tração é preferível; enquanto se você andar pela cidade, você vai querer um que equilibre tração com resistência.
  • Tração: Esse aspecto está intimamente ligado à eficiência de combustível, pois quanto mais o pneu aderir ao solo, mais o consumo de combustível aumentará, pois o motor exercerá mais força para movimentar o carro.

Parece fácil dizer que um com menos aderência é preferível para aumentar o desempenho, porém, deve-se buscar um equilíbrio, já que a segurança não pode ser comprometida para economizar combustível ao dirigir.